O que é: Reforço em aço

O que é Reforço em Aço?

O reforço em aço é um elemento utilizado na construção civil para aumentar a resistência e a durabilidade de estruturas de concreto armado. Consiste em barras de aço, também conhecidas como vergalhões, que são inseridas nas estruturas de concreto para suportar cargas adicionais e evitar o surgimento de fissuras ou colapsos.

Como funciona o Reforço em Aço?

O reforço em aço atua como uma espécie de esqueleto para a estrutura de concreto. As barras de aço são posicionadas estrategicamente em locais onde há maior concentração de tensões, como vigas, pilares e lajes. Essas barras são fixadas ao concreto através de amarrações ou soldas, garantindo uma conexão resistente e duradoura.

Benefícios do Reforço em Aço

O reforço em aço traz diversos benefícios para as estruturas de concreto, como:

  • Aumento da resistência à tração: o aço possui alta resistência à tração, o que ajuda a suportar cargas adicionais e evitar o surgimento de fissuras;
  • Maior durabilidade: o reforço em aço protege o concreto contra a corrosão e outros agentes agressivos, aumentando a vida útil da estrutura;
  • Flexibilidade: o aço permite a criação de estruturas mais flexíveis, capazes de absorver deformações e movimentações sem comprometer a estabilidade;
  • Redução de custos: o reforço em aço pode reduzir a quantidade de concreto utilizado em uma estrutura, resultando em economia de materiais e diminuição do peso total;
  • Facilidade de instalação: as barras de aço podem ser facilmente cortadas e dobradas de acordo com as necessidades da estrutura, facilitando o processo de instalação.

Tipos de Reforço em Aço

Existem diferentes tipos de reforço em aço, cada um com características específicas e indicado para determinadas situações. Alguns dos principais tipos são:

  • Armaduras passivas: são as barras de aço convencionais, utilizadas para reforçar vigas, pilares e lajes;
  • Armaduras ativas: são barras de aço que possuem a capacidade de se alongar ou encurtar, permitindo a correção de deformações e o controle de tensões;
  • Chapas de aço: são placas de aço utilizadas para reforçar lajes e pisos, distribuindo as cargas de forma mais uniforme;
  • Fibras de aço: são pequenas fibras de aço adicionadas ao concreto, aumentando sua resistência e evitando o surgimento de fissuras;
  • Malhas de aço: são telas de aço utilizadas para reforçar pisos e paredes, distribuindo as tensões de forma mais uniforme.

Aplicações do Reforço em Aço

O reforço em aço é amplamente utilizado em diversas áreas da construção civil, como:

  • Edifícios residenciais e comerciais: o reforço em aço é essencial para garantir a segurança e a estabilidade de estruturas de grande porte;
  • Pontes e viadutos: as estruturas de aço são fundamentais para suportar as cargas e vencer grandes vãos;
  • Barragens e reservatórios: o reforço em aço é utilizado para garantir a estabilidade e a resistência dessas estruturas;
  • Túneis e metrôs: o reforço em aço é utilizado para suportar as pressões do solo e garantir a segurança dos usuários;
  • Indústrias e galpões: o reforço em aço é utilizado para suportar as cargas das máquinas e equipamentos, garantindo a segurança dos trabalhadores.

Normas e regulamentações

No Brasil, o reforço em aço deve seguir as normas técnicas estabelecidas pela Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT). Alguns dos principais documentos que regulamentam o uso do reforço em aço são:

  • NBR 6118: Projeto de Estruturas de Concreto – Procedimento;
  • NBR 7480: Barras e fios de aço destinados a armaduras para concreto armado – Especificação;
  • NBR 7482: Estribos para armaduras de concreto armado – Especificação;
  • NBR 7483: Telas soldadas de aço para armaduras de concreto armado – Especificação;
  • NBR 15575: Edificações habitacionais – Desempenho.

Conclusão

O reforço em aço é um elemento fundamental na construção civil, garantindo a resistência, a durabilidade e a segurança das estruturas de concreto armado. Com uma ampla variedade de tipos e aplicações, o reforço em aço oferece benefícios significativos, como aumento da resistência à tração, maior durabilidade, flexibilidade e redução de custos. É importante seguir as normas e regulamentações estabelecidas para garantir a qualidade e a eficiência do reforço em aço.