Como fazer: assentamento de bordas em piscinas

Introdução

O assentamento de bordas em piscinas é uma etapa fundamental na construção ou reforma desse tipo de estrutura. Essas bordas, também conhecidas como acabamentos ou revestimentos de piscina, são responsáveis por conferir beleza estética ao ambiente, além de proporcionar segurança aos usuários. Neste glossário, iremos abordar de forma detalhada o processo de assentamento de bordas em piscinas, apresentando técnicas, materiais e cuidados necessários para obter um resultado final de qualidade.

1. Escolha do material

A escolha do material para as bordas da piscina é um dos primeiros passos a serem considerados. Existem diferentes opções disponíveis no mercado, como pedras naturais, cerâmicas, porcelanatos, madeiras e até mesmo concreto. Cada material possui características específicas, como resistência, durabilidade, porosidade e estética, que devem ser levadas em conta na hora da escolha. É importante também considerar o estilo da piscina e do ambiente ao redor, para que as bordas estejam em harmonia com o restante da decoração.

2. Preparação da superfície

Antes de iniciar o assentamento das bordas, é fundamental preparar a superfície onde elas serão instaladas. A área deve estar limpa, seca e nivelada, livre de qualquer tipo de sujeira, resíduos ou irregularidades. Caso seja necessário, é recomendado realizar um nivelamento prévio, utilizando argamassa ou concreto, para garantir uma base sólida e uniforme para as bordas.

3. Corte e encaixe das peças

Após a preparação da superfície, é hora de cortar e encaixar as peças que serão utilizadas nas bordas da piscina. É importante seguir as medidas e formatos pré-determinados, garantindo um encaixe perfeito entre as peças. Para isso, podem ser utilizadas ferramentas como serra mármore, cortadora de cerâmica ou até mesmo uma simples serra manual, dependendo do material escolhido. É fundamental ter cuidado durante essa etapa, para evitar quebras ou danos às peças.

4. Argamassa de assentamento

A argamassa de assentamento é o material utilizado para fixar as peças de borda na superfície da piscina. Existem diferentes tipos de argamassa disponíveis no mercado, como a argamassa colante ou a argamassa de cimento e areia. É importante escolher o tipo adequado para o material das bordas, seguindo as recomendações do fabricante. A argamassa deve ser preparada de acordo com as instruções do fabricante, respeitando as proporções corretas de água e pó.

5. Aplicação da argamassa

A aplicação da argamassa de assentamento deve ser feita com o auxílio de uma desempenadeira dentada, que irá garantir a correta distribuição do material. É importante aplicar a argamassa em pequenas áreas por vez, para evitar que ela seque antes do assentamento das peças. A desempenadeira deve ser utilizada em um ângulo de aproximadamente 45 graus, pressionando a argamassa contra a superfície e criando sulcos para melhor aderência das peças.

6. Assentamento das peças

Com a argamassa aplicada, é hora de assentar as peças de borda na superfície da piscina. É importante posicionar cada peça com cuidado, pressionando-a contra a argamassa para garantir uma boa aderência. Caso seja necessário, é possível utilizar um martelo de borracha para auxiliar no assentamento das peças, garantindo que elas fiquem niveladas e alinhadas. É importante também verificar constantemente o nivelamento das bordas, utilizando um nível de bolha para garantir uma instalação correta.

7. Rejunte

Após o assentamento das peças, é necessário realizar o rejunte entre elas. O rejunte é responsável por preencher as juntas entre as peças, garantindo uma melhor vedação e acabamento estético. Existem diferentes tipos de rejunte disponíveis no mercado, como o rejunte cimentício ou o rejunte epóxi. A escolha do tipo de rejunte deve levar em consideração o material das bordas e as condições de uso da piscina. O rejunte deve ser aplicado com o auxílio de uma espátula ou desempenadeira, preenchendo completamente as juntas.

8. Limpeza e acabamento

Após a aplicação do rejunte, é importante realizar a limpeza das bordas da piscina, removendo qualquer resíduo de argamassa ou rejunte que tenha ficado na superfície. É possível utilizar uma esponja úmida ou um pano macio para essa limpeza. Além disso, é importante realizar um acabamento final nas bordas, verificando se estão niveladas e alinhadas, e corrigindo possíveis imperfeições. Caso seja necessário, é possível realizar um polimento ou aplicação de produtos específicos para manter a beleza e durabilidade das bordas.

9. Cuidados e manutenção

Após o assentamento das bordas, é fundamental adotar alguns cuidados e realizar uma manutenção adequada para garantir a durabilidade e beleza das peças. É importante evitar o uso de produtos abrasivos na limpeza das bordas, optando por produtos específicos para piscinas. Além disso, é recomendado realizar uma limpeza regular, removendo folhas, sujeiras e resíduos que possam acumular nas bordas. Caso seja necessário, é possível realizar uma nova aplicação de rejunte ou até mesmo substituir peças danificadas.

10. Contratação de profissionais especializados

O assentamento de bordas em piscinas é uma tarefa que requer conhecimento técnico e experiência. Por isso, é recomendado contar com a contratação de profissionais especializados nesse tipo de serviço. Um profissional qualificado irá garantir um assentamento correto das bordas, evitando problemas futuros como descolamentos, trincas ou infiltrações. Além disso, um profissional experiente poderá oferecer orientações e recomendações específicas para cada caso, levando em consideração as características da piscina e do ambiente.

11. Considerações finais

O assentamento de bordas em piscinas é uma etapa importante na construção ou reforma desse tipo de estrutura. É fundamental seguir todas as etapas e recomendações apresentadas neste glossário, garantindo um resultado final de qualidade e durabilidade. Além disso, é importante lembrar que cada caso é único, e pode exigir cuidados específicos ou materiais diferenciados. Por isso, é sempre recomendado buscar orientação de profissionais especializados e seguir as instruções dos fabricantes dos materiais utilizados.