Como escolher: níveis para construção

Como escolher: níveis para construção

Quando se trata de construir uma casa, um dos aspectos mais importantes a serem considerados é a escolha dos níveis de construção. Os níveis são responsáveis por determinar a distribuição dos espaços e a funcionalidade da casa, além de influenciar diretamente no seu visual e na sua valorização. Neste glossário, iremos explorar os diferentes tipos de níveis para construção, suas características e como escolher o mais adequado para o seu projeto.

1. Nível térreo

O nível térreo é o primeiro andar da casa, localizado no mesmo nível do terreno. É o ponto de entrada principal e geralmente abriga as áreas sociais, como sala de estar, sala de jantar, cozinha e lavabo. É importante que o nível térreo seja acessível e convidativo, proporcionando um ambiente acolhedor para receber visitas e promover a interação entre os moradores.

2. Nível superior

O nível superior é o segundo andar da casa, localizado acima do nível térreo. Geralmente abriga os quartos, banheiros e áreas mais íntimas da residência. É importante que o nível superior seja projetado de forma a proporcionar privacidade e conforto aos moradores, além de oferecer uma vista privilegiada do entorno.

3. Nível inferior

O nível inferior, também conhecido como subsolo, é o andar localizado abaixo do nível térreo. Pode ser utilizado para diversas finalidades, como garagem, área de serviço, depósito, sala de jogos, entre outros. É importante que o nível inferior seja bem iluminado e ventilado, garantindo a funcionalidade e o conforto dos espaços.

4. Nível mezanino

O nível mezanino é um andar intermediário, localizado entre o nível térreo e o nível superior. Geralmente é utilizado para criar um espaço adicional, como um escritório, uma biblioteca ou uma sala de TV. É importante que o nível mezanino seja projetado de forma a aproveitar ao máximo a altura do pé-direito, criando um ambiente diferenciado e aconchegante.

5. Nível cobertura

O nível cobertura é o último andar da casa, localizado acima do nível superior. Pode ser utilizado para criar um espaço de lazer, como um terraço, uma área gourmet ou uma piscina. É importante que o nível cobertura seja projetado levando em consideração a resistência estrutural e a impermeabilização adequada, garantindo a durabilidade e a segurança da construção.

6. Nível intermediário

O nível intermediário é um andar que não está diretamente ligado ao nível térreo ou ao nível superior. Pode ser utilizado para criar um espaço de transição, como uma escada ou um corredor, ou para abrigar áreas de serviço, como lavanderia e depósito. É importante que o nível intermediário seja projetado de forma a otimizar a circulação e a funcionalidade da casa.

7. Nível subsolo

O nível subsolo é um andar localizado abaixo do nível inferior, geralmente utilizado para criar um espaço adicional, como uma adega, uma sala de cinema ou uma academia. É importante que o nível subsolo seja projetado de forma a garantir a ventilação e a iluminação adequadas, além de oferecer isolamento acústico e térmico.

8. Nível térreo elevado

O nível térreo elevado é um andar que fica acima do nível do terreno, mas abaixo do nível térreo convencional. Pode ser utilizado para criar um espaço de garagem, uma área de lazer ou até mesmo uma varanda. É importante que o nível térreo elevado seja projetado de forma a garantir a estabilidade estrutural e a acessibilidade adequada.

9. Nível duplex

O nível duplex é um tipo de construção que possui dois andares interligados por uma escada interna. Geralmente é utilizado em casas ou apartamentos, proporcionando uma divisão clara entre as áreas sociais e as áreas íntimas. É importante que o nível duplex seja projetado de forma a garantir a privacidade e o conforto dos moradores, além de oferecer uma distribuição funcional dos espaços.

10. Nível triplex

O nível triplex é um tipo de construção que possui três andares interligados por escadas internas. Geralmente é utilizado em casas ou edifícios, proporcionando uma divisão clara entre as áreas sociais, as áreas íntimas e as áreas de lazer. É importante que o nível triplex seja projetado de forma a garantir a harmonia entre os diferentes espaços, além de oferecer conforto e praticidade aos moradores.

11. Nível térreo com subsolo

O nível térreo com subsolo é uma opção interessante para quem precisa de mais espaço, mas não quer abrir mão do acesso direto ao terreno. Geralmente o subsolo é utilizado para criar uma garagem, uma área de serviço ou até mesmo um espaço de lazer. É importante que o nível térreo com subsolo seja projetado de forma a garantir a ventilação e a iluminação adequadas, além de oferecer segurança e praticidade aos moradores.

12. Nível térreo com mezanino

O nível térreo com mezanino é uma opção interessante para quem busca criar um ambiente diferenciado e aproveitar ao máximo a altura do pé-direito. Geralmente o mezanino é utilizado para criar um espaço adicional, como um escritório, uma biblioteca ou uma sala de TV. É importante que o nível térreo com mezanino seja projetado de forma a garantir a estabilidade estrutural e a funcionalidade dos espaços.

13. Nível térreo com cobertura

O nível térreo com cobertura é uma opção interessante para quem busca criar um espaço de lazer ao ar livre, como um terraço, uma área gourmet ou uma piscina. Geralmente a cobertura é utilizada para criar um ambiente diferenciado, com uma vista privilegiada do entorno. É importante que o nível térreo com cobertura seja projetado de forma a garantir a resistência estrutural e a impermeabilização adequada, além de oferecer segurança e conforto aos moradores.